Conhecimento

  • 160+HITS

Brasil Júnior lança ranking de Universidades Empreendedoras

Aconteceu na última quinta-feira, 10, no Ministério da Educação em Brasília, o lançamento do Índice de Universidades Empreendedoras, que busca identificar práticas e iniciativas que incentivam o empreendedorismo nas Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras. O evento contou com a presença do ministro Mendonça Filho e apresentou o ranking idealizado pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior) com o apoio da consultoria McKinsey, em conjunto das organizações universitárias AIESEC Brasil, Brasa, Enactus Brasil e Rede CsF.

Para o estudo foi realizada uma pesquisa com quatro mil universitários de todos os estados do país. O principal objetivo era compreender quais aspectos eram considerados fundamentais pelos estudantes para que uma instituição se tornasse referência em empreendedorismo. A partir disso foram identificadas quais variáveis compunham o conceito de uma universidade empreendedora. Entre as instituições de maior destaque estão a USP, a UNICAMP, a PUC-Rio, ocupando as três primeiras posições, além das federais do Ceará (UFC), Minas Gerais (UFMG) e Rio Grande do Sul (UFRGS) e das cidades de São Carlos (UFSCAR), Viçosa (UFV), Santa Maria (UFSM), além da estadual de Maringá (UEM).

Os eixos definidos como essenciais pelo estudo foram cultura empreendedora, inovação, extensão, capital financeiro, internacionalização e infraestrutura. Entre as experiências apontadas pelos alunos como mais relevantes para o desenvolvimento do empreendedorismo nas instituições estão a presença de empresas juniores, organizações formadas exclusivamente por universitários, que prestam serviço para micro e pequenos empresários por um valor até 40% menor do que o preço de mercado. Nelas,os estudantes podem aplicar na prática os conhecimentos aprendidos na sala de aula com autonomia e inovação.

​BAIXE AGORA O ÍNDICE DE UNIVERSIDADES EMPREENDEDORAS! ​

Entre os exemplos de projetos de sucesso executados por esses alunos estão casos como a estruturação da rede de academias do lutador de UFC Wanderlei Silva, realizado pela AD&M, Doisnovemeia e Pupila, em brasília, e a otimização do ciclo produtivo da empresa alimentícia La Pati pela ESAG Jr, em Florianópolis, resultado um crescimento de 100% do faturamento do cliente