Nossos produtos

Veja quais foram os acontecimentos que viraram notícia em 2016

Veja quais foram os acontecimentos que viraram notícia em 2016

Relembre 2016 com nossas aparições em mídia

O ano de 2016 foi muito importante para o Movimento Empresa Júnior. Entre acontecimentos como o maior evento da história do MEJ brasileiro (JEWC 2016) e a sanção da lei que regulamenta as empresas juniores no país, as lembranças começam a se acumular na memória. Que tal relembrar algumas delas por meio dos olhares que a mídia nos deu?

Durante os últimos meses, a imprensa da Brasil Júnior trabalhou para registrar o trabalho dos mais de 15.000 empresários juniores do país. Foram 20 aparições em mídias de alcance nacional posicionando as EJs como opções acessíveis e de qualidade de mercado e outras tantas que mostram como o MEJ pode ser um agente de educação empreendedora. Teve até estado aspirante mostrando a que veio. De norte ao sul, nós deixamos a nossa marca.

Começamos o ano com matéria de capa da Pequenas Empresas & Grandes Negócios sobre como aprender a empreender. E já que o assunto é empreendedorismo, quer coisa melhor do que uma lei que incentiva essa atividade dentro das universidades? A lei 13.267, que regulamenta as empresas juniores, teve destaque na Folha de S. Paulo, no Correio Braziliense e no jornal O Globo.

Capa de fevereiro da Pequenas Empresas & Grandes Negócios: é possível aprender a empreender (Foto: Divulgação)

Com o MEJ em foco nos principais veículos do jornalismo nacional com a nova legislação, chegou a hora de mostrar a que viemos. Do Censo&Identidade 2015 publicado com exclusividade na Folha, até uma extensa reportagem no caderno impresso de economia do Valor Econômico, chegamos ao meio do ano com boas histórias para contar. O primeiro semestre ainda contou com artigo em periódico internacional e a participação do presidente da Brasil Júnior, Pedro Rio, em um debate na TV Câmara sobre a primeira crise econômica vista pela atual juventude brasileira.

No encontro mundial de empresas juniores, o JEWC, uma repórter da Folha viajou a Florianópolis para uma cobertura exclusiva do evento. Foram três matérias publicadas sobre os dias que marcaram o mês de julho de mais de 3.000 jovens de 17 países diferentes.

Com as energias renovadas, o segundo semestre trouxe nossa primeira aparição do ano em um veículo de televisão nacional. E põe impacto nisso! O trabalho das empresas juniores foi destaque no Bom Dia Brasil, um dos principais telejornais brasileiros. E para marcar a boa maré, fomos capa do caderno de economia de domingo do jornal O Globo, um feito para mostrar que o MEJ tem sido encarado de forma cada vez mais séria.

Depois, quando parecia que já não havia espaço para um livro de tão boas histórias, o lançamento do Índice de Universidades Empreendedoras ganhou 8 páginas de destaque na edição da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios de Novembro e, de quebra, ainda foi citado no Correio Braziliense. Sucesso, com direito a lançamento oficial no Ministério da Educação, em Brasília.

Olhando para trás, não dá para não sentir orgulho de tudo o que conseguimos em 2016. Mas a nostalgia dura pouco, porque temos certeza que temos ainda mais para alcançar em 2017. Que a primeira página comece a ser escrita! A gente volta aqui depois para contar como foi.

Autora: Luana Levenhagen - Time BJ 2016

  • 790+HITS